(51) 3518 8887

contato@sindibombeirosrs.com.br

Bombeiros Civis criam Federação Nacional

A força da representação dos bombeiros civis ganhou dimensão nacional com a criação da Fenabci (Federação Nacional dos Bombeiros Civis), no último dia 08 de novembro, em assembleia na sede do Sindibombeiros SP.


No encontro, compareceram dirigentes sindicais da categoria de seis estados brasileiros: Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. A nova federação irá organizar a luta conjunta nos estados onde já existem entidades sindicais organizadas, além de outros estados que ainda não possuem representação específica de bombeiros.

 

Por unanimidade, o presidente do Sindibombeiros de São Paulo, Derivaldo Alves foi eleito para assumir a Presidência da Fenabci.

 

A tarefa principal da Federação é organizar uma agenda de lutas no sentido de ampliar a pauta de reivindicações dos bombeiros civis brasileiros. Cada sindicato estadual deverá encaminhar os seus problemas à direção nacional da entidade, para juntos, num próximo encontro, definirem a agenda e as reivindicações.

 

Opiniões


Samuel dos Santos, presidente do Sindicato dos Bombeiros Civis de Santa Catarina, disse que “a nova federação vai fazer com que a categoria se desenvolva cada vez mais, vai ampliar nosso mercado de trabalho, gerando renda e estabilidade social”.

 

De acordo com Zilvan Roque Tavares, presidente do Sindicato dos Bombeiros Civis do Espírito Santo, “a federação veio na hora certa, pois as empresas do Espírito Santo ligadas ao pólo petroquímico têm procurado por profissionais bombeiros”.

 

Já o presidente do Sindicato dos Bombeiros Civis da Bahia, Joselito Sena de Castro, falou sobre a importância da nova federação e a gratidão que os companheiros do seu Estado têm por Derivaldo, que já esteve na Bahia e ajudou na organização dos trabalhadores.

 

“Quero registrar o orgulho e a alegria de participar deste momento, pois entendo que é o dia mais marcante de nossa história”, afirmou Juliano Coelho da Silva, presidente do Sindicato dos Bombeiros Civis de Minas Gerais. Ele defende a união entre os sindicatos e o enfrentamento dos problemas da categoria, como a melhoria da qualidade dos cursos de formação.

 

Para Vilmar Oliveira da Rosa, presidente do Sindicato dos Bombeiros Civis do Rio Grande do Sul, a partir de agora, a categoria vai ficar mais forte, com muito mais representatividade. “Sabemos da competência do senhor Derivaldo, em sua luta há mais de 20 anos, e ele pode contar com os bombeiros gaúchos”, concluiu.  


http://www.sindibombeiros.com.br/hotsite/eventos/